quinta-feira, março 25, 2010

Recortes de um fim de mundo - Fantasma

A nuvem já pairava no céu fazia uma semana, quando a coloração acinzentada transformou-se em um negro espesso. A cidade caminhava apreensiva, tensa, torta. Mas caminhava. A cidade nunca deixa de caminhar, não importa o que aconteça. Aquela nuvem antes cinza agora negra também caminhava e, pouco a pouco, dominava o céu e os coraçãos dos moradores. A vida continuava com o peso da nuvem nas costas, no rosto, no peito. O ar tornou-se denso, a respiração complicava. Mas a vida em terra continuava. Os vermes, os cachorros, as pessoas, todos caminhavam. Menos os velhos, que ficaram na janela, comentando sobre o tempo ruim. A nuvem foi baixando aos poucos. Demorou um dia inteiro para descer. Cobriu as frestas do sol, o tampo do arranha-céu, as pequenas casas da vila e, quando todos pensavam que ela passaria, ela cobriu a cidade para sempre.

2 comentários:

  1. Nice and informative blog.. seeing great and tips are too much helpful. Grant a informative blog...

    ResponderExcluir